Meios de hospedagem: o case Região das Hortênsias


Hotelaria_região_das_hortênsias_gramado_nova_petropolis_canela.jpg

Região turística líder no Brasil como principal atrativo nos períodos de Inverno, Natal e Páscoa, a Região das Hortênsias é formada por quatro cidades: Gramado, Canela, Nova Petrópolis e São Francisco de Paula. Cidades que, juntas, somam menos de 120 mil habitantes e que recebem anualmente cerca de 10 milhões de turistas. Como atender esta demanda enorme e que só cresce? Entre os diversos itens fundamentais para atender tanta gente, é preciso uma boa estrutura hoteleira que seja capaz de satisfazer as mais variadas exigências. Neste quesito, a Região das Hortênsias está bem servida e serve de referência para o restante do país. Só a cidade de Gramado possui uma disponibilidade de mais de 12 mil leitos! Somando à disponibilidade dos quatro municípios, a oferta chega a quase 30 mil leitos.

 

Uma história que começou com os “veranistas”

A pesquisadora da história de Gramado, Iraci Casagrande Kopp, conta que Gramado e a região despertaram para o Turismo pela visão dos seus pioneiros colonizadores que enxergavam um potencial muito grande nas cidades e queriam que fossem destinos turísticos. Famílias de colonizadores alemães, portugueses e italianos criaram empreendimentos para receber o chamados “veranistas”. 
“Entre o final dos anos 1.800 e início de 1.900, famílias se deslocavam para passar de 15 a 20 dias na Serra Gaúcha, sempre entre dezembro e fevereiro. Na região, os visitantes se hospedavam nos primeiros grandes hotéis: Hotel Bertolucci, Hotel Serra Azul, Hotel das Hortênsias, Grande Hotel Canela e Park Hotel. Para agradar os visitantes e fazer com que permanecessem por mais tempo na cidade e, consequentemente, gastassem mais, os empresários ofereciam boa gastronomia e muitas festas. Assim, criou-se uma cultura local entre os moradores de bem receber os visitantes que foi sendo passada de geração em geração”, conta Iraci.
Em 1958, a região já contava com bancos, escolas e pavimentação, mas foi a criação da primeira Festa das Hortênsias que fez com que a região das Hortênsias passasse a ser conhecida nacionalmente e atrair turistas de todo o país. Desde então, o Turismo entrou em um estágio de profissionalização e crescimento.

Características que fazem a diferença

Mas, engana-se quem imagina que a região conta apenas com as grandes redes. O sucesso também fica por conta das pousadas e hotéis familiares que oferecem ao turista uma experiência única quando o tema é satisfação em hospedagem. São centenas de pequenos empreendimentos que surpreendem com ambientes únicos e histórias que agradam o visitante tornando a hospedagem uma surpreendente descoberta. 
Alguns empreendimentos apostam em conforto, outros na proximidade entre proprietários e clientes eliminando a frieza das relações. Muitos ganham pontos extras pela disponibilidade e prontidão de toda a equipe, café de amanhã com imensa variedades de doces e salgados e um atendimento personalizado. 
Confira a seguir um guia de hotéis e pousadas que são destaque na Região das Hortênsias. Selecionamos cases como o Hotel Canto Verde, um verdadeiro refúgio com atendimento personalizado, delicioso café da manhã, ampla área de lazer, muito ar puro, tranquilidade e aconchegantes acomodações. 
Já a Pousada Vovó Carolina faz sucesso com seu inesquecível e saboroso café da manhã, preparado há décadas pelos proprietários em uma prova de que o atendimento personalizado faz toda a diferença.

Laghetto Hotéis: alto índice de aprovação

Nos últimos anos as redes hoteleiras tiveram um crescimento notável. Um dos cases de maior sucesso é o da rede Laghetto de Hotéis que assumiu um papel de protagonista no setor com empreendimentos inovadores e de qualidade em toda a Região das Hortênsias. 
“A Laghetto Hotéis é uma rede gramadense e a maior da Serra Gaúcha. Iniciamos nosso trabalho aqui na região e, apesar da expansão para outras cidades, continuamos nossos investimentos para o desenvolvimento da Região das Hortênsias. Em Gramado e Canela, já temos previstos outros empreendimentos no formato de hotel e também no novo segmento de hotel com propriedade compartilhada. Temos em construção o Hotel Laghetto Allegro Vita que ficará dentro de um complexo multiuso no centro de Gramado, o Golden Gramado Laghetto Resort hotel de propriedade compartilhada com 345 apartamentos e estrutura completa de lazer e já em negociação alguns outros empreendimentos em ambos os formatos”, explica Luis Paulo Dyundi Yamaguchi gestor de Marketing da rede.
Os hotéis da Rede Laghetto conquistam um alto índice de aprovação junto aos clientes, segundo pesquisa recente. Luis Paulo conta qual a receita para este sucesso, “Um dos pilares que a rede sustenta fortemente são os nossos clientes e uma das nossas prioridades é manter o alto índice de aprovação, temos o DNA Gramadense que é a cultura do bem receber. Temos metas dentro de todos os setores dos hotéis para que essa satisfação seja preservada, fazemos a medição através dos comentários do TripAdvisor, Booking e opinários, e recompensamos a nossa equipe para mantermos esse padrão”, conta o gestor. 

Nova Petrópolis projeta chegar a 3 mil leitos nos próximos anos

Uma das cidades que mais cresce e se notabiliza pelo forte investimento no setor de Turismo e Eventos é Nova Petrópolis. A pequena cidade da Região das Hortênsias, localizada a apenas 33 km de Gramado, possui cerca de 20 mil habitantes e vem ocupando as manchetes nacionais ao sediar grandes atrações como o Chocofest (maior evento de Páscoa do Brasil), Festimalhas, Festival Internacional do Folclore, entre outros. A cidade conta também com atrativos naturais como o Ninho das Águias, Aldeia do Imigrante, a Rua Coberta e o Labirinto, o Parque Pedras do Silêncio, além de muitos roteiros rurais e culturais. Boa gastronomia e uma rede hoteleira com muito aconchego e conforto também são características marcantes na cidade.
Atraindo um número cada vez maior de visitantes de todo o país, a cidade conta atualmente com mais de 30 hotéis e pousadas, a maioria empreendimentos familiares e uma oferta de cerca de 2 mil leitos. O secretário de Turismo de Nova Petrópolis, Paulo Roberto Staudt, confirma que a cidade se prepara para aumentar significativamente esta oferta. “O aumento da demanda no setor hoteleiro é muito positivo e nós estamos felizes com isso. Já temos em construção dois empreendimentos hoteleiros que devem ser inaugurados em breve e, também, em vias de fecharmos parceria com uma grande rede. A soma destas novas opções hoteleiras deve aumentar nossa oferta para mais de 3 mil leitos muito em breve”, anuncia o secretário.
Ele ainda destaca o perfil acolhedor dos hotéis e pousadas de Nova Petrópolis. “Temos como característica principal a hospitalidade que é uma das características da cultura germânica, este bem receber e o cuidado com os detalhes faz toda a diferença para os visitantes”, finaliza.


Por
16/08/18




Realização