O trade deve estar unido pela aprovação da Nova Lei Geral do Turismo


Lei do Turismo no Brasil 2018.jpg

Um projeto que muda a Lei Geral do Turismo tramita na Câmara dos Deputados e está a um passo de ser aprovada podendo ser um marco para o Turismo no Brasil. Para que isso ocorra basta o projeto ser colocado na pauta da Câmara, isso poderia ter ocorrido na semana passada mas a ação foi adiada e o tema pode voltar com força esta semana. Com mudanças relevantes o projeto propõe, por exemplo, a abertura do capital das empresas aéreas para estrangeiros além da transformação da Embratur de autarquia em serviço social autônomo (agência).

 

Com a criação da Agência a busca por investimentos será facilitada. Hoje, como instituto, existem algumas amarras jurídicas que impedem a captação de investimentos. Outra mudança proposta é que a Embratur entraria no rateio dos recursos arrecadados pelas lotéricas do Brasil com participação, para a agência Embratur, de 1,7%,dos recursos da Caixa Econômica.

 

A aprovação poderá tornar possível ao Brasil sair da barreira dos 7 milhões de turistas estrangeiros e, em 2022, chegar aos 12 milhões de turistas internacionais. A receita vinda dos turistas estrangeiros poderá saltar de US$ 6 bilhões, em 2016, para US$ 19 bilhões, em 2022, além da criação de 6 milhões de novos empregos.

 

O FESTURIS Gramado - Feira Internacional de Turismo apoia esta ação conjunta e faz coro ao pedido para que a Câmara possa colocar a votação do projeto com prioridade o mais rápido possível. As mudanças são propostas pelo Ministério do Turismo, Embratur e trade turístico.

Crédito foto: Roberto Castro/ Mtur


Por
20/06/18




Realização